quinta-feira, 21 de maio de 2015

TIM lança projeto pioneiro de Small Cell em Curitiba

O que você achou? 
Parceria com a Copel disponibilizará tecnologia na área central da cidade com foco na qualidade da cobertura.

Dentro de seu plano de expansão de infraestrutura e dando continuidade à sua estratégia de inovação com foco em qualidade, a TIM anuncia um projeto pioneiro em Curitiba em parceria com a Copel Telecom. Numa iniciativa inédita no país, a TIM irá disponibilizar as tecnologias 3G e 4G – via small cell – utilizando os postes da empresa de energia na área central de Curitiba a partir do mês de junho. A intenção é poder usar a grande capilaridade da Copel, que conta com quase três milhões de postes no Paraná, para reforçar a cobertura nos pontos de maior tráfego de pessoas.

A integração das small cells às redes 3G e 4G em regiões com a maior base de clientes permite que os usuários tenham uma melhor experiência com serviços de dados nas áreas urbanas. A negociação do projeto entre as duas empresas durou cerca de um ano. A Copel Telecom será a responsável pela fixação, transmissão de dados e energização dos equipamentos. No Paraná, a TIM conta com cerca de 8,5 milhões de clientes e 55,8% de market share.

“As small cells são estações radio-base de dimensões reduzidas cuja finalidade é complementar a camada das macrocélulas tradicionais, usadas para atendimento de grandes áreas. Os benefícios são o incremento da cobertura e da capacidade do serviço e a melhoria da qualidade em regiões com alta densidade de edificações e de concentração de tráfego”, destaca Marco Di Costanzo, Diretor de Engenharia da TIM Brasil.

Entre os benefícios do uso da small cell está a rápida instalação, a possibilidade de atender regiões com alto tráfego e a melhoria da cobertura em pontos específicos, por meio de uma expansão da rede em harmonia com a arquitetura urbana. No Brasil a TIM foi pioneira nesse processo, que está já maduro no exterior com cerca de 7 milhões de microcélulas em funcionamento.

De acordo com a Copel Telecom, participar deste projeto é “uma experiência de grande importância para a disseminação da tecnologia das small cells, que ainda é bastante recente no país e poderá ampliar significativamente a qualidade de comunicação para os usuários”, destacaMaurício Dayan Arbetman, diretor-adjunto da Copel Telecom.


Com informações de Assessoria de Imprensa TIM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário