quarta-feira, 29 de abril de 2015

TIM é notificada por divulgação de WhatsApp gratuito

O que você achou? 
Depois de incompatibilidade com o Marco Civil da Internet, nova oferta da TIM gera dúvida na Justiça.

Em novembro de 2014 a TIM anunciou ao público que havia firmado um acordo com o aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp com o objetivo de não descontar da franquia de dados de determinados planos o envio de mensagens através do comunicador.

De lá pra cá a operadora vem aumentando as novidades, liberando o benefício pra mais gente e dedicando cada vez mais espaço na mídia para divulgar os benefícios da parceria. Ontem (28), por exemplo, a TIM lançou uma série de esquetes bem humoradas para viralizar o WhatsApp gratuito, que só ela oferece.

Mas a oferta e anúncios dela não agradaram a todo mundo. O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor da Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon/MJ), notificou a TIM pedindo explicações sobre o benefício ofertado de "WhatsApp Ilimitado". Eles querem ter a certeza de que realmente o serviço é ilimitado, e se tudo o que é prometido nas propagandas está sendo cumprido. Caso seja descoberta enganosidade nas peças publicitárias, a empresa pode pagar uma multa equivalente a R$ 7 milhões de reais.

A TIM tem 10 dias para prestar os esclarecimentos necessários, mas já adiantou que tudo está dentro dos parâmetros anunciados.

Em uma das campanhas de divulgação do WhatsApp ilimitado, a operadora promete acesso ao WhatsApp sem descontar da franquia de internet pelo menos até 20 de junho de 2015.

                         Comunicador WhatsApp pode ser suspenso no Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário