terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Campus Party Brasil 2015 começa hoje em São Paulo

O que você achou? 
Evento é o maior voltado a tecnologia do país, e um dos mais conhecidos do mundo. Até um astronauta estará presente.

A oitava edição da Campus Party Brasil já começou a receber os campuseiros na tarde desta terça-feira (3) no centro de exposições São Paulo Expo. Essa é a maior feira de tecnologia realizada no país, também realizada no Recife em meados de junho-julho.

Às 19h30 de hoje haverá a cerimônia de abertura oficial da Campus Party. Em seguida, às 21h, Ime Archibong, diretor de parcerias estratégias do Facebook, fará a conferência de abertura da feira.

"O empreendedorismo é a cara da Campus", diz Tássia Skolaude, diretora de marketing da Campus Party. Além de ações do Sebrae, o evento terá uma área chamada Startup Makers, onde 200 startups vão expor seus projetos.

Antônio Carlos Valente, presidente da Telefônica/Vivo, Simão Pedro, secretário de Serviços da Prefeitura de São Paulo, e Paco Ragageles, presidente do evento no Brasil, em coletiva sobre a Campus.

A velocidade de internet da Campus Party, de 50 Gbps, será equivalente para fornecer conexão a cidades do porte de Belo Horizonte e Porto Alegre, afirmou Ari Falarini, diretor de redes da Telefônica. A velocidade de conexão na Campus Party era de 5 Gbps na primeira edição, em 2008, que aconteceu na Bienal do Ibirapuera e recebeu 3,3 mil campuseiros. Neste ano, são aguardados 8 mil.

O risco de desabastecimento energético que assombra o Brasil também paira sobre a Campus Party, que sofreu interrupções em edições anteriores. Para este ano, a energia que abastecerá o evento é comercial. Os nove Megawatts são suficientes para abastecer uma cidade de 25 mil habitantes, afirmou Ari Falarini, diretor de redes da Telefônica.


A Campus Party também vai ensinar programação a campuseiros e visitantes. Segundo a Futura Networks, apenas 30% dos campuseiros programam. O Programaê vai contar com maratona de desenvolvimento, criação de Aplicativo e vai levar um grupo de meninas que ganhar uma competição de programação ao Vale do Silício, na Califórnia (EUA), diz Gabriella Bighetti, presidente da Telefônica Vivo.

No dia 6, os ministros Miguel Rossetto e Juca Ferreira, além de Alessandro Molon, relator do Marco Civil na Câmara dos Deputados, estarão na Campus Party para debater neutralidade de rede. O juiz Fausto de Sanctis, representantes da Polícia Federal, da Telefônica, Google e Facebook também irão ao evento para discutir um dos temas mais polêmicos da chamada Constituição da Internet.

A área aberta a visitantes da Campus Party tem simuladores de helicóptero, caça, veleiro e carro de Fórmula 1. Para passar uns dias acampados no evento, jovens levaram carrinhos de compras e até smart TV 3D para dentro da Campus Party.

Dentre os palestrantes, estão nomes de alto nível, como o do astronauta Reid Wiseman, que falará um pouco sobre sua experiência na NASA. O criador da impressora braile, Shubhan Banerjee. Gina Gotthilf, líder da equipe de marketing e desenvolvimento internacional do aplicativo de aprendizado de idiomas Duolingo. E Jonathan LeBlanc, diretor de Global Advocacy da plataforma de pagamentos PayPal.

O prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad, falou um pouco sobre o inicio de mais uma temporada da feira, e os investimentos em tecnologia que está fazendo na grande cidade que administra:


As novidades do setor de telecomunicações expostas por lá, você acompanha, lógico, aqui no Minha Operadora.

                         Vivo já fala como dona da Campus Party Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário