sábado, 31 de janeiro de 2015

NET/Claro e Sky foram denunciadas ao Conar em dezembro

O que você achou? 
Oi e GVT foram as responsáveis pelas denúncias.


Em dezembro de 2014, o Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) analisou 16 propagandas denunciadas por outras empresas, ou mesmo por consumidores. Dessas propagandas, duas foram produzidas para divulgar serviços de telecomunicações. Sky e NET/Claro foram os alvos.

É bom lembrar que após analisar uma campanha com base no Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária, o Conar pode tomar três decisões principais, além da advertência. Uma campanha pode ser:

  • Sustada - Quando o Conar decide interromper a veiculação da campanha denunciada; 
  • Alterada - Quando é decidido que a empresa denunciada deve mudar algum termo ou elemento utilizado na campanha, se quiser que ela continue sendo veiculada; 
  • Arquivada - Quando o Conar não vê motivos para tomar medidas contra a campanha denunciada.

Sky - Futebol em HD pela Sky
Denúncia: Oi


A Oi acusa divergência entre o preço anunciado e aquele efetivamente praticado em anúncio em TV do serviço de acesso à TV por assinatura da concorrente Sky. Pelo preço divulgado, o pacote correspondente não inclui diferenciais, como as transmissões do futebol. A Oi ainda aponta o que entende ser um descumprimento de recomendação formulada pelo Conselho de Ética quando do julgamento de outra representação, de teor semelhante a esta. Reunião de conciliação entre as partes não resultou em acordo.

A Sky, em sua defesa, questionou a validade da representação, por considerar que o anúncio já havia sido discutido pelo Conselho de Ética, quando do julgamento de outra representação, que terminou com recomendação de arquivamento. A anunciante manteve as opiniões levadas àquele julgamento, considerando que as informações presentes no anúncio são suficientes para a correta informação dos consumidores.

A relatora de primeira instância iniciou o seu voto esclarecendo que não há vinculação entre as diferentes representações, de forma que o julgamento do caso deveria prosseguir. 


No mérito, considerou que nenhum dos atributos destacados no comercial correspondem ao preço propalado, o que pode levar facilmente o consumidor a erro. Por isso, votou pela alteração, acolhida por unanimidade.

A Sky recorreu da decisão e pediu a sua suspensão. Este pedido foi aceito pelo presidente da 1ª Câmara do Conselho de Ética, levando em conta a segurança jurídica, mas frisando que não há irregularidade pelo fato de anúncio ser examinado pelo Conselho de Ética, nas circunstâncias presentes, por mais de uma vez.

O relator do recurso concordou, em linhas gerais, com a decisão inicial. "Ao sugerirmos a alteração da peça publicitária, destacamos mais uma vez o artigo 27 do Código, no que toca a Valor, Preço e Condições, onde é explicitada a necessidade de clareza "quanto ao valor ou preço total a ser pago pelo produto, evitando comparações irrealistas ou exageradas com outros produtos ou outros preços". Sua recomendação pela alteração foi aprovada por unanimidade.

NET - Combo Multi é Simplesmente o Melhor e o Mais Completo Combo
Denúncia: GVT


Afirmações de superioridade ("...simplesmente o melhor" e "o mais completo..."), tendo como trilha sonora a canção Simply the Best, presentes em campanha em rádio e TV do Combo Multi da Net, foram contestadas pela concorrente GVT, segundo a qual não há nas peças publicitárias qualquer fonte ou explicação que justifique as afirmações. Reunião de conciliação entre as partes, promovida pelo Conar, resultou infrutífera.

Em sua defesa, a Net buscou justificar as afirmações, mas as alegações da anunciante não convenceram o relator, que propôs a alteração, mais detalhadamente definida pelo voto complementar, para inclusão de letreiro no anúncio de TV que justifique as alegações de superioridade. Quanto ao uso da música, ele não fez reparos, considerando-a secundária e inserindo humor nos anúncios. Seu voto foi acolhido por maioria.


Balanço anual

Durante todo o ano de 2014, o Minha Operadora veio acompanhando as empresas de telecomunicações que tiveram propagandas que passaram pelo Conar. Somando todas as empresas atuantes no Brasil, de diversos segmentos, o conselho publicitário teve o trabalho de julgar um total de 291 campanhas. Do setor de telefonia, internet e TV por assinatura, foram 41 campanhas analisadas, de oito empresas. Veja abaixo quais foram as mais problemáticas.


Atualmente está no ar uma votação que trata justamente do tema publicidade. Gostaríamos muito de saber qual a operadora de telefonia móvel que produz e exibe os melhores comerciais na televisão. Ainda, apresentamos um comercial de cada uma das cinco principais operadoras do país para que atribua uma nota para cada comercial. Quando formos computar o resultado, elegeremos o comercial mais marcante, e um ranking contendo as empresas com as melhores ideias no marketing. Não deixe de participar, participe de mais uma votação!

                         Claro volta a liderar ganhos de clientes em dezembro

Nenhum comentário:

Postar um comentário