quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Central da Contax no Recife é interditada

O que você achou? 
Catorze mil funcionários ficaram sem trabalhar após ação nacional executada pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

O prédio da empresa de call center Contax do bairro de Santo Amaro, no Recife, foi interditado na noite desta terça-feira (20) pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Operadores de telemarketing que estavam trabalhando no momento da interdição foram removidos do local, e funcionários que chegaram hoje (21) cedo para trabalhar, não puderam entrar no prédio.

A unidade interditada comporta 14 mil funcionários, e muita gente vem reclamando de vários problemas no ambiente de trabalho, desde restrições para ir ao banheiro até assédio moral e psicológico.

A auditora fiscal do trabalho Cristina Serrano disse que a fiscalização na empresa identificou várias irregularidades. "Excesso de pressão, controle de uso do banheiro, limitação do consumo de água, problemas psíquicos pelo cumprimento de metas inalcançáveis, muitas práticas assediadoras que a empresa utiliza para obter mais vendas", disse Serrano.

"Uma dia fui ao banheiro e passei sete minutos. Quando voltei, fui punida pelo supervisor e como não achei justo, levei outra advertência escrita, por insubordinação. Cheguei a perder minha remuneração variável por causa disso", disse uma funcionária da Contax.

Outra trabalhadora que não quis se identificar diz que tem uma carga horária de 6h20. "Dentro dela, temos duas pausas de dez minutos e uma de vinte minutos, para o lanche [...] Como é o trabalhador quem procura a empresa, ela se acha no direito de constranger, humilhar e assediar, diariamente", denunciou em entrevista à TV Globo Recife. (Você pode assistir a reportagem realizada pela emissora aqui).


Segundo a auditoria fiscal do trabalho, o 'site' (nome que se dá a central de teleatendimento) do Santo Amaro só será reaberto quando a empresa criar medidas para conseguir cumprir as determinação impostas.

Prédio em Santo Amaro foi inaugurado em agosto de 2011 pela presidente Dilma Rousseff, junto com políticos de Pernambuco, como o ex-governador do Estado, Eduardo Campos, e executivos da Contax e Oi.

Por meio de nota enviada à imprensa, a Contax São Paulo - sede da empresa - disse que tomará as medidas necessárias:

"O Grupo Contax considera arbitrário o ato da fiscalização realizada pelo Ministério do Trabalho e Emprego no Site Santo Amaro e está tomando todas as medidas cabíveis para normalização da operação.

O Grupo Contax é a maior geradora de empregos na cidade de Recife com mais de 18.000 funcionários contribuindo de forma ativa para o desenvolvimento econômico e social do Estado de Pernambuco. Importante destacar que a companhia cumpre toda a legislação trabalhista e as normas específicas para o setor de call center e mantém os mais altos padrões em suas instalações e de conduta ética."

Operadoras

Oi e NET são duas das principais empresas para quem a Contax presta serviço. Apesar de a empresa de call center possuir mais três unidades no Recife - Príncipe, Conquista e Aurora - a Oi está direcionando parte das ligações para outros sites espalhados pelo Brasil, principalmente para o de Salvador, na Bahia. Nossa equipe tentou contato com a central de atendimento da Oi e fomos atendidos rapidamente, mesmo com o ocorrido no Recife.

Não conseguimos informações da estratégia que a Net está fazendo para atender a demanda de ligações da sua rede.

No vídeo abaixo, gravado em dezembro de 2012, funcionários da unidade Santo Amaro aparecem dançando uma paródia da música Gangnam Style, do Psy, com letras de incentivo ao bom atendimento prestado ao usuário. Assista:


Leia também: Prédio da Contax na Bahia é paralisado após intoxicação de trabalhadores
                         Confira as imagens do princípio de incêndio em prédio da Contax em Fortaleza

2 comentários:

  1. Mas tem muito funcionário que não gosta de trabalhar e fica indo ao banheiro pra passar o tempo, assim como passeava em época de escola, enquanto milhares de pessoas esperam para ser atendidas. Eu acho assim - não tá satisfeito(a)? Pede pra sair!

    ResponderExcluir
  2. Mas a grande maioria realmente vai pq precisa ir ao banheiro, vc fala muito, precisar tomar bastante água, dentro do call center é muito frio, não tem como não ir ao banheiro. Só sabe o q se passa lá quem trabalha ou já trabalhou. passei 7 anos em call center e é muito complicado essa função. Manter a calma para resolver o problema do cliente, enquanto seu supervisor está lhe pressionando pra atender rápido e bater as metas.

    ResponderExcluir