domingo, 23 de novembro de 2014

Casas Bahia e Ponto Frio lançam lojas exclusivas de telefonia

O que você achou? 
Apesar de várias operadoras estarem reunidas num só lugar, não deve haver concorrência, segundo o diretor da empresa.

A Via Varejo, do Grupo Pão de Açúcar, controladora das redes Casas Bahia e Ponto Frio, inaugurou nesta quinta-feira (20) em cinco capitais brasileiras, um novo modelo de loja de telefonia celular no país. Chamados de Casas Bahia Mobile e Ponto Frio Mobile, os estabelecimentos são dedicados exclusivamente à venda de celulares, smartphones e tablets, aliados aos serviços de quatro das principais operadoras de telefonia celular do país (Vivo, TIM, Claro e Oi). "Era uma solicitação dos consumidores, poder comparar os serviços e pacotes das operadoras e escolher a melhor combinação entre eles e os aparelhos em um só ponto de venda", afirma o presidente da Via Varejo, Líbano Barroso.

De acordo com o executivo, o projeto das lojas "multioperadora" foi desenvolvido no último ano e é semelhante a modelos existentes nos Estados Unidos e na Inglaterra. "Quando fizemos o planejamento estratégico da companhia, no ano passado, vimos que o cliente busca cada vez mais produtos com serviços no mundo do varejo", explica Barroso. "É esse o conceito por trás da nossa entrada no ramo dos móveis planejados e, agora, da telefonia celular, em parceria com as operadoras."

Hoje, foram abertas 10 lojas específicas da rede Mobile, chamadas pela empresa de "stand alone", em shopping centers de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife e Fortaleza, e outras dez unidades dentro de lojas já existentes das redes Casas Bahia e Ponto Frio nessas capitais - chamadas "store in store". Os 20 pontos de venda consumiram R$ 12 milhões em investimentos e servirão, segundo o presidente da Via Varejo, como "laboratório" do novo modelo. "As cidades escolhidas são capitais representativas do mercado nacional e vão permitir uma avaliação desse novo modelo, antes de pensarmos em expansão", diz Barroso.

Para concretizar o projeto, a Via Varejo convidou o executivo Flávio Salles, com passagens por diversas empresas de telecom desde 1996 (como BCP, Claro, Oi e Motorola), para elaborar o plano estratégico. No cargo de diretor comercial de Mobile na empresa desde maio, Salles procurou as principais operadoras de telefonia celular do País para apresentar a proposta. "Em todos os casos, a aceitação foi imediata", garante.

De acordo com o executivo, o novo modelo de negócios da Via Varejo não representa concorrência às lojas próprias das operadoras, que também vendem aparelhos atrelados a pacotes de telefonia e dados. "As lojas das operadoras, hoje, cumprem duas funções: venda de planos e aparelhos e atendimento aos clientes", conta. "Agora, elas vão poder focar em seu negócio principal, que é a relação com seus consumidores." Salles também aponta a capilaridade da Via Varejo e a diversidade de formas de pagamento e de acesso a crédito pelos consumidores como diferencial que fez as operadoras aderirem à novidade. "Já estamos planejando o próximo passo, em que vamos conseguir integrar os benefícios dos planos de fidelidade das operadoras a nossa operação e, até, prestar algum tipo de serviço, como impressão de segunda via da conta dos clientes", diz.


Com informações de Época Negócios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário