terça-feira, 26 de agosto de 2014

Telefônica seduz investidores brasileiros com dividendos

O que você achou? 
Objetivo principal é mostrar para à Vivendi (dona da GVT) que o Grupo Telefônica está em um bom momento no Brasil.

O conselho de administração da Telefônica Brasil, onde a matriz espanhola tem uma posição majoritária, aprovou o pagamento de um dividendo aos seus acionistas, um valor que poderá atingir os R$ 299 milhões, ou seja, cerca de 100 milhões de euros.

A Telefônica, que detém 74% da Telefônica/Vivo irá receber cerca de 74 milhões de euros com o pagamento deste dividendo, noticiou o jornal espanhol "Cinco Dias".

O pagamento deste dividendo também poderá ser um aliciante para a Vivendi, dona da GVT, uma vez que a proposta de aquisição da GVT pela Telefônica passa pela entrega de uma fatia da Telefônica Brasil à empresa francesa. Caso aceite a proposta da Telefônica, a Vivendi poderá encaixar mais 154 milhões de euros, informa a mesma fonte.

Este anúncio surge em plena ofensiva para a aquisição da GVT. A Telefônica propôs pagar 6,7 bilhões de euros (R$ 20,1 bilhões) pela operadora brasileira (uma oferta válida até 03 de setembro), enquanto a Telecom Italia ofereceu 7 bilhões de euros.

A oferta da Telefônica oferece a Vivendi participação de 12% da Telefônica Brasil, além de 4 bilhões de euros (R$ 11,9 bilhões) em dinheiro. Já a proposta da Telecom Italia prevê uma participação de 20% na TIM Brasil à Vivendi e o pagamento de 3 bilhões de euros.

Alguns analistas defendem que a aquisição da GVT era apenas para despistar, uma vez que o grande objetivo da Telecom Itália é fundir as operações da GVT com a Oi, controladora da Portugal Telecom. Analistas citados pelo ABC defendem que a Telefônica criará mais sinergias para a GVT do que a Telecom Itália.

Vivo, a melhor empresa para...

E a Telefônica pode mesmo ostentar sua riqueza e poder por aí. Dez dias depois de receber o prêmio Great Place To Work na categoria TI (Tecnologia da Informação), a Vivo Brasil foi também reconhecida como uma das Melhores Empresas para Trabalhar, no ranking geral, segundo pesquisa da GPTW publicada pela Revista Época. A companhia conquistou o 11° lugar no levantamento apresentado em cerimônia realizada em São Paulo.

Em sua nona edição, o estudo analisou as respostas de mais de 70 mil colaboradores das 1.276 empresas inscritas, identificando a percepção dos profissionais sobre o ambiente de trabalho, nível de confiança em relação a liderança, entre outros tópicos. A lista final contemplou 103 empresas, reconhecidas por práticas exemplares de gestão de pessoas.

Esta é a terceira vez, após a integração das empresas, que a Telefônica/Vivo participa do ranking. Desde 2013, a companhia se destaca entre as 20 melhores do país.

Se você gostou de saber e quer trabalhar na operadora acesse a página de vagas da empresa para conhecer vagas e oportunidades disponíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário