quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Serviços de gravação, pausa e replay chegam à Oi TV nesta quinta

O que você achou? 
Novidade já foi adicionada ao site da operadora e torna a Oi TV a mais completa do setor de televisão fechada.
O tão esperado gravador de vídeo digital (DVR - Digital Video Recorder) finalmente chegou ao serviço de TV por assinatura da Oi. A operadora confirmou que a novidade passa a valer para os clientes do novo satélite SES-6 a partir desta quinta-feira (28). Desde a terça-feira (26), a novidade já constava no site para novos assinantes adquirirem o serviço com os serviços de gravação já inclusos.

Com o sistema de gravação da Oi TV, o usuário terá diversas vantagens adicionais ao plano - além da maior quantidade de canais em alta-definição (HD) do mercado. Dentre os benefícios está a possibilidade de gravar até 500 horas de programação no receptor; pausar, voltar e avançar a programação a qualquer momento, mesmo em transmissões ao vivo;
e gravar até 2 canais simultaneamente (o canal que está sendo assistido e outro em segundo plano). Após a gravação ser concluída, logicamente, uma das principais vantagens é assisti-lo quantas vezes e no horário que desejar, libertando os clientes da grade de programação do canal. 


Você deve estar se perguntando: Mas por quanto tudo isso vai sair? Bem, todas essas vantagens vão custar R$ 20,00 a mais para quem estiver interessado. A cobrança será feita normalmente na fatura acrescida ao valor do plano. A tecnologia é compatível a partir do plano Oi TV Total HD, com exceção de pacotes que contenham futebol à la carte, provavelmente devido a questões de direitos autorais dos jogos não autorizada pela rede de canais Premiere FC.

Por exemplo: o pacote Oi TV Total HD custa atualmente R$ 89,90/mês para quem já é cliente residencial da operadora (R$ 99,90/mês para quem não é). Com o sistema de gravação o pacote passa para R$ 109,90 por mês para quem já é cliente Oi Fixo ou Oi Conta Total ou para R$ 119,90 mensais para clientes novos da empresa. Esse pacote é o mais básico disponibilizado com o DVR e oferece 182 canais ao todo, sendo 51 canais em HD.

Para efeito de comparação, utilizaremos a operadora Sky como exemplo devido a proximidade dela com a Oi TV no número de assinantes divulgado pela Anatel. O pacote mais básico com gravação da Sky - principal concorrente da Oi - é o Combo HDTV Full + HBO Max que custa R$ 204,90 por mês, com 185 canais, só que oferecendo somente 38 deles em HD. O pacote com gravação da Oi com todos os canais HBO custa R$ 144,90/mês com 192 canais, 57 em HD.

O pacote com os canais da disputada Rede Telecine custa R$ 224,90 na Sky - 183 canais, 40 deles em HD. Na Oi TV o pacote com gravação com os canais Telecine inclusos sai por R$ 154,90 - 188 canais, 57 em HD.

Agora os pacotes com gravação que inclui as duas redes de filmes (HBO e Telecine) também apresentam uma diferença considerável. O Oi TV Total Cinema HD custa R$ 189,90 com 198 canais, sendo 63 em HD. Já o Combo HDTV Full Cinema da Sky tem o valor de R$ 244,90 e oferece 196 canais, sendo 43 deles em HD.


O anúncio de mais essa atualização de tecnologia torna a Oi a principal operadora de televisão por assinatura do território brasileiro. Mas essa conquista não foi por acaso. Durante os últimos meses não podemos negar que a Oi TV foi a única operadora de TV paga que apresentou novidades realmente interessantes. Quando publicamos as notícias sobre a operadora foi comum ver alguns leitores comentarem que o preço estava bom, a tecnologia estava boa, o sinal parecia forte, mas... não trocavam de operadora justamente pela falta de de gravação, pausa e replay.

Agora que a espera acabou, será que as empresas concorrentes sofrerão com a debandada de clientes para a Oi? Ou alguns continuarão a encontrar desculpas para defender os serviços prestados por alguma outra operadora? Se houverem desculpas, quais serão estas? São perguntas que nos ajudarão a entender como o mercado reagirá diante da operadora de TV mais completa do país hoje.

Nenhum comentário:

Postar um comentário