sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Preço das ligações fixo-móvel voltam a subir

O que você achou? 
Ligações dessa modalidade foram reduzidas em 13 por cento em março de 2014 mas voltaram a crescer para acompanhar a inflação.

Lembramos bem que no inicio do ano anunciamos aqui que as ligações originadas de um telefone fixo para celular ficariam 13% mais baratas a partir de março e que em 2014 estariam previstas novas quedas na tarifa. Só que agora a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou um reajuste positivo de 1,5% para o plano básico de telefonia das operadoras Oi Fixo, Telefônica/Vivo Fixo, CTBC/Algar Telecom, Sercomtel e Embratel/Claro Fixo para chamadas destinadas a terminais celulares.

A informação é que o reajuste foi feito para somente para tentar acompanhar a inflação do país e evitar que as prestadores tenham prejuízos desnecessários. 

O reajuste abrange as tarifas dos seguintes "valores de comunicações":


  1. VC-1, aplicado nas ligações entre localidades que possuem o mesmo código de área - mesmo "DDD";
  2. VC-2, aplicado nas ligações entre localidades que possuem os mesmos primeiros dígitos do código de área; por exemplo, 21, 23 ou 27;
  3. VC-3, entre localidades que possuem os primeiros dígitos do código de área diferentes; por exemplo, 21, 52 ou 71.

Para o reajuste, foram considerados a variação do Índice de Serviços de Telecomunicações (IST) e um índice de redução (Fator X para a telefonia móvel e Fator de Redução para o serviço de rádio).


Para as chamadas envolvendo o terminais do SMP, foram considerados a variação do IST no período de junho de 2012 a dezembro de 2013 (8,71%) e o Fator X no mesmo período (6,078%). No caso do serviço de rádio pessoal (SME), foram considerados a variação do IST no período de junho de 2012 a junho de 2013 (5,255%) e o Fator de redução de 10%. O reajuste aplicado é inferior a outros índices que medem a inflação do País.

Com informações de Portal Brasil (Governo Federal).

Um comentário:

  1. Hoje ta mais barato ter ate 4 linhas (uma de cada operadora) do que as altas tarifas do telefone fixo.

    ResponderExcluir