sábado, 30 de agosto de 2014

Cobrança por dia deve ser nova tendência no país

O que você achou? 
Com tanta nova modalidade de tarifação sendo criada, pode ficar ainda mais difícil saber qual a mais vantajosa. Vejo o que nossos leitores acham.


Sendo que existem ainda outras formas de tarifação:
  • Por minuto - A forma ainda mais utilizada de tarifação. Basicamente todos os planos, principalmente os de conta oferecem minutos para falar dependendo da promoção.
  • Por chamada - Depois da mudança de tarifação da TIM, apenas a Claro oferece ligações com duração ilimitada tarifadas a cada 25 centavos cada.
  • Por dia - Forma de tarifação que vem ganhando cada vez mais espaço. A TIM anunciou que o Infinity Pré passaria a ser cobrado em R$ 0,75 e oferece ligações ilimitadas durante o dia inteiro, além de outros serviços. A Claro também acompanhou a ideia e oferece ligações, torpedos e internet a 99 centavos por dia que usar. A Oi oferece envio de SMS e acesso a internet pagando um valor único por dia que usar. Planos e promoções bastante conhecidas também utilizam essa modalidade com o Oi Galera e o TIM Beta.
  • Por semana - Utilizada principalmente na assinatura de serviços de interatividade, foi idealizada pela Vivo para tarifar ligações, torpedos e internet com um valor fixo a cada sete dias.
  • Por mês - Utilizada principalmente em planos Controle ou Pós-pagos. O cliente paga uma mensalidade e pode utilizar os serviços durante o mês inteiro. Essa modalidade também é utilizada pela Vivo na regional Nordeste para tarifar ligações e torpedos ilimitados a R$ 9,90 por mês.

Enfim, talvez tenhamos esquecido de mencionar alguma outra promoção ou plano das operadoras acima, mas isso só confirma que de uma coisa não podemos reclamar: no Brasil temos diversas opções para pagar os serviços que utilizamos na telefonia móvel. Mas, qual a forma de pagamento preferida pelos nossos leitores? Você votou na semana passada e divulgamos agora o resultado:




É possível perceber que a tarifação diária ganhou gosto entre os consumidores: 45% deles preferem pagar somente no dia que utilizam o telefone, apesar de 30% dos votantes preferirem pagar um valor fixo por mês e ficar tranquilo durante o mês inteiro. A tarifação semanal foi a mais rejeitada, ninguém escolheu essa forma de tarifação como vantajosa.




O interessante é que dos votantes, a maioria (30%) só estão dispostos a gastar entre R$ 0,25 e R$ 0,49 por dia com serviços de comunicação, valor baixo caso o cliente queira utilizar a internet ou enviar SMS. Geralmente esse valor só permite que o usuário realize ligações. Mas outros 25% gastam mais de R$ 1,00 tendo assim um perfil de plano mais completo.




Realmente o consumo dos que votaram em nossa enquete é básico, 35% deles - a maioria - falam em média menos de 15 minutos por dia. Outros 25% falam bastante: mais de 1 hora (60 minutos).




Uma informação complementar a quantidade de minutos falados pelos participantes está na quantidade de ligações: a maioria (50% se somadas) realizam de 1 à 5 ligações apenas por dia; outros 40% (se somados) fazem de 6 à 20 ligações; e por fim 10% ligam bem mais que 20 vezes.




Além de falar pouco, os nossos leitores - pelo menos os que participaram desta enquete - também são os que enviam menos mensagens de texto pelo celular. Quase a metade deles (45%) afirmaram não enviar nenhum torpedo por dia. O restante: 20% de 1 à 10 SMS; 10% enviam de 11 à 50 SMS; outros 20% mandam de 50 à 100 e para finalizar 5% enviam mais de 100 mensagens SMS.




Mas como entender o perfil de uso dos serviços básicos que oferece um telefone celular com base nas promoções de sua operadora. Aqui na nossa enquete foi apenas confirmado o ranking normal de participação que as operadoras já tem no mercado de telecomunicações brasileiro:

  1. Vivo também foi líder de mercado com 40% dos usuários utilizando mais ela no cotidiano;
  2. TIM vem em segundo lugar atingindo 30% dos participantes;
  3. Claro veio em terceiro com 15% dos votos;
  4. Oi foi a quarta operadora mais bem utilizada (10%);
  5. E a Algar Telecom é utilizada por 5% dos nossos leitores.
Nextel e Sercomtel não pontuaram.

Será mesmo que a tarifação por dia é a mais adequada para o mercado de telefonia celular brasileiro? Será que ela oferece mais facilidade, economia e menos problemas com cobranças indevidas? Por que a cobrança por semana foi tão rejeitada, chegando a perder até para a velha tarifação por minuto de chamada? É possível atribuir isso a quê? Se você participou da enquete e quiser explicar seu voto, pode dar a sua opinião nos comentários.

Nesta semana...

Entendemos que grande parte das pessoas que votaram na modalidade de cobrança diária, deve ser usuárias de planos especiais como o TIM Beta e Oi Galera, que utilizam esse tipo de tarifação. Se estivemos certos, qual o plano específico que você utiliza? Vote na enquete desta semana que expira hoje! Corra.

Um comentário: