sexta-feira, 13 de junho de 2014

Operadoras concluem rede de banda larga nos 12 estádios da Copa

O que você achou? 
Para instalação da infraestrutura foram investidos mais de duzentos milhões de reais pelas empresas de telefonia e internet.

Finalmente, e em cima da hora... Mas a infraestrutura de telefonia e de banda larga móvel está pronta nos 12 estádios da Copa Mundo. Apesar disso, em algumas arenas pode ocasionar eventuais dificuldades nos primeiros jogos e exigir ajustes durante o mundial de futebol, avisa o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil)..

A chamada cobertura indoor conta, ao todo, com 4.738 antenas e 164 quilômetros de fibras ópticas, permitindo aos torcedores fazer ligações, navegar na internet e mandar mensagens multimídia, com texto e fotos. Esse sistema usa uma tecnologia de última geração e atenderá aos serviços de voz e dados nas tecnologias 2G, 3G e 4G. 

Para a instalação da infraestrutura de telefonia móvel e banda larga, as operadoras Vivo, Oi, Nextel, TIM e Claro fizeram uma parceria para a implantação de um projeto único, com investimentos de R$ 226 milhões e rede compartilhada. 

Pelo projeto, os equipamentos das empresas ficam instalados em uma sala e dali parte uma rede de fibras ópticas que levam o sinal até uma série de pequenas antenas distribuídas ao longo de cada estádio para garantir cobertura nas arquibancadas, camarotes, vestiários, corredores, praças de acesso e estacionamentos internos.

Nos 12 estádios foram instalados mais de 164 quilômetros de fibras ópticas, que interligam 3.724 antenas de telefonia celular da cobertura indoor e 1.014 antenas de Wi-Fi. Para o atendimento da área externa do estádio durante os dias dos jogos serão usadas ainda 144 antenas, incluindo ERBs móveis, numa média de 12 por arenas.

Para reforçar a capacidade de transmissão de dados, as operadoras também instalaram rede Wi-Fi, que poderá ser usada gratuitamente pelos clientes das prestadoras. Essa infraestrutura está disponível em seis estádios que autorizaram a sua instalação pelas prestadoras: Brasília, Cuiabá, Manaus, Porto Alegre, Rio de Janeiro e Salvador.

Com a conclusão da instalação dos projetos em todos os estádios, a capacidade em relação à Copa das Confederações será ampliada em 43% para as conexões de dados e em 50% para as chamadas de voz.

As empresas de telefonia também estão investindo R$ 1,3 bilhão nas cidades que sediarão os jogos, ampliando em 28%, em média, a infraestrutura que ficará de legado para a população. Nas 12 cidades, entre 2013 e 2014, foram instaladas mais de 15 mil novas antenas de 3G e 4G. 

Os clientes das prestadoras contarão ainda com aproximadamente 120 mil pontos de Wi-Fi nas 12 cidades. Essa infraestrutura de telefonia móvel vem sendo reforçada por mais de 10 mil quilômetros de fibras ópticas.

Com informações de ComputerWorld.

Nenhum comentário:

Postar um comentário