sexta-feira, 7 de março de 2014

Vivo cria atendimento personalizado na porta de casa

O que você achou? 
A venda porta-a-porta de produtos para pessoa física foi uma maneira que a operadora encontrou de atrair novos clientes com facilidade

A Vivo decidiu apostar em uma nova maneira de vender seus produtos para pessoa física e pequenas empresas e investiu em um setor novo, o de consultoria de vendas porta-a-porta (PAP). 

O serviço de venda direta em que o vendedor vai até a casa do cliente, está em vigor desde janeiro para pessoa física. Todos os dias, os integrantes da força de vendas se reúnem para um café da manhã de análise do bairro escolhido.

Para o Diretor Territorial da Vivo no Paraná e Santa Catarina, Jackson Rodrigues, o serviço é mais uma oportunidade para o cliente conhecer os diferenciais da operadora, como a melhor rede. “Com as dificuldades de expansão de cabos das operadoras de telefonia fixa do Estado do Paraná, o Vivo Fixo se apresenta como a melhor alternativa para os clientes. Em todas as casas em que somos atendidos e apresentamos a oferta fechamos negócios. 

No próximo mês iremos implantar o serviço em Santa Catarina”, comemora.

Já para as pequenas e médias empresas o serviço está em vigor há pouco mais de seis meses. O foco são microempresas como aviários, armarinhos e pequenos comércios que utilizem até cinco linhas telefônicas. O consultor chega à loja e apresenta as vantagens do Vivo Box (telefone fixo de 500 minutos e internet) por R$64,80 mês.

Para a Vivo esse setor é extremamente estratégico para novos negócios já que 66% das empresas localizadas no Paraná, segundo o Serasa, possuem esse perfil de mercado. “As pessoas desconhecem que podem adquirir pacotes especiais para as empresas, com preços exclusivos para elas, e acabam contratando com o CPF e não com o CNPJ”, afirmou o Gerente de Divisão PMEs, Alan Laranjeira.

Segundo o executivo, a empresa está em linha com a necessidade de mercado atual de estar onde os clientes estão e também busca diversificar a maneira de apresentar os produtos. “A nossa previsão é de atender as cidades como Maringá e Londrina nos próximos meses”.

Além da facilidade do vendedor ir até o comércio existem outros benefícios do PAP: atendimento personalizado antes e depois da compra (durante todo o período de contrato), entrega do aparelho telefônico em poucos dias e menos burocracia. O serviço pode ser adquirido em, no máximo, 10 minutos.

A Oi e a TIM também se utilizam da visita porta-a-porta em diversas regiões onde atuam para venda de planos de serviços fixo. Segundo as próprias empresas, essa modalidade realmente dá bons resultados.

E você, já foi visitado por algum representante das operadoras de telefonia? Fique de olho na enquete da semana que vem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário