sábado, 8 de fevereiro de 2014

Qualidade da internet voltou a cair em todo o Brasil, segundo Anatel

O que você achou? 

A edição de dezembro do relatório mensal da Anatel, que confere a qualidade da internet brasileira, constatou que houve queda geral na qualidade dos serviços durante o mês de dezembro de 2013. De acordo com a agência, todas as operadoras de telefonia móvel apresentaram problemas durante o período estudado e não conseguiram entregar a velocidade combinada em muitos dos estados brasileiros.

A Claro, que vinha obtendo parecer favorável em todas as edições do estudo (e se gaba por isso), foi a principal responsável pela queda nesse índice. A empresa demonstrou problemas no Amapá, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, entregando a velocidade contratada pelos clientes em apenas 13,04% das conexões analisadas.

A TIM foi considerada a operadora com maiores falhas no Brasil, apresentando queda na velocidade em dez estados. A Vivo teve o mesmo problema constatado em sete deles, enquanto a Oi não ofereceu a velocidade estipulada em sete. 

Quando se fala em acesso fixo, o problema se repete, mas a taxa de descumprimento é menor, com exceção do Amapá, território com maior índice de problemas. A principal característica de problemas, aqui, é a disponibilidade, que mede a proporção de tempo em que a conexão esteve disponível ao longo do mês. A meta estipulada é de 90%.

Em alguns estados, porém, os números são bastante preocupantes. Em Pernambuco, por exemplo, a operadora NET apresentou disponibilidade de apenas 31,5%, com resultados também baixos em Alagoas (40%), Paraíba e Piauí (ambos com 42%). No Paraná, a GVT foi a única a apresentar esse índice abaixo do estipulado, operando em 61,9% do tempo.

O Paraná é a única região em que todas as operadoras conseguiram entregar uma banda de acordo com a contratada em, pelo menos, 95% das conexões. O estudo da Anatel mede os serviços prestados por todas as operadoras com até 50 mil clientes em 16 estados da federação.

Divulgados mensalmente, os indicadores de qualidade da banda larga servem como uma ferramenta para que a agência e as próprias empresas possam identificar problemas e buscar soluções conjuntas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário