quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Oi inaugura Projeto Click para melhorar qualidade de serviços

O que você achou? 
A Oi iniciou esta semana a implantação do Projeto Click em Manaus (AM). Segunda a companhia, com a nova ferramenta será possível melhorar a distribuição e controle do trabalho dos técnicos em campo. A partir de agora, as tarefas serão enviadas por dispositivos móveis e o monitoramento ocorrerá em tempo real da execução do trabalho. Para o cliente, o atendimento será mais rápido, pois a rota é otimizada, com menor tempo de viagem e redução nas falhas dos agendamentos.

Até o fim de fevereiro o projeto vai atender 100% dos municípios do Amazonas, com a capacitação de técnicos que prestam serviços aos clientes nas áreas de telefonia fixa, banda larga e telefone público, treinados para usar a nova ferramenta de gestão das equipes de campo.

A Regional Norte da Oi abrange, além do Amazonas, os estados do Amapá, Pará e Roraima, e estará totalmente integrada ao Click até fim de fevereiro deste ano, quando estarão envolvidos quase 1.000 técnicos liderados pelas gerências de operação e de gestão e controle nos quatro estados.

O projeto-piloto começou em Belo Horizonte (MG), no início de setembro, e está sendo implementado de modo faseado em outras cidades. O Projeto Click terá 30 mil técnicos envolvidos no Brasil e estará disponível em toda a área de atuação da companhia até junho de 2014.

O Click conta com um software de Work Force Management(WFM), voltado para aprimorar todas as etapas da cadeia de atendimento, com a integração e a otimização da gestão das equipes em campo. A ClickSoftware (multinacional especializada em software de gestão de força de trabalho móvel e soluções de otimização para a indústria de serviços) desenvolveu o software e foi a empresa escolhida para implementar o projeto.

O projeto Click permitirá unificar todos os processos de atendimento ao cliente, que envolvem diversos colaboradores, diretos e indiretos, baseados em diferentes locais. As marcações de visitas, por exemplo, serão feitas com base na capacitação e na área de trabalho de cada técnico. Isso é possível porque o WFM conta com um algoritmo matemático que seleciona, em 2 segundos, o melhor técnico para atender a cada demanda com a conjugação em 30 variáveis possíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário