quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Mesmo sem publicidade, base de clientes da Sercomtel cresce em 2013

O que você achou? 

O número de linhas de telefones fixos da Sercomtel teve um crescimento líquido de 10,7% em 2013.

"É surpreendente um crescimento de 10% no mercado, já que estamos sem agência de publicidade há mais de dois anos e com a concorrência batendo forte", enfatiza o presidente da Sercomtel, Christian Schneider.

Em Londrina e nas outras 62 cidades do Paraná onde a operadora atua foram adicionados à planta 19.150 acessos (linhas) de voz.

Desse total, 7.299 acessos são de Londrina "Aqui, a concorrência é mais forte. Mesmo assim, mantivemos nossos clientes e ainda retiramos da concorrência parte do que perdemos nos últimos anos", salienta Schneider.

O número de clientes da internet banda larga também aumentou em 2013. Em Londrina e nas demais cidades, o crescimento líquido foi de 10 mil novos acessos. "As vendas aumentaram e os cancelamentos foram reduzidos", afirma o presidente da Sercomtel.

Para Schneider, o crescimento nos acessos de voz e banda larga é resultado do esforço dos funcionários em reverter a situação da empresa e também de uma série de ações estratégicas, como a reestruturação das áreas comerciais (uma com foco exclusivo em Londrina e outra com foco nas demais cidades), ênfase na venda ativa e melhoria técnica na banda larga.

O faturamento mensal em Londrina está estabilizado desde janeiro de 2013. "Esta estabilização já indica uma reação por parte da empresa, já que o faturamento vinha caindo mês a mês", comenta Schneider.

Com o aumento do número de acessos, a expectativa é que o faturamento volte a crescer em 2014. Schneider explica que a receita não aumenta na mesma proporção dos acessos devido à guerra de preços para manter e atrair clientes.

Já nas demais cidades, o faturamento vem crescendo mês a mês. Comparando-se janeiro e dezembro de 2013, o faturamento mensal cresceu R$ 750 mil. O sucesso maior tem sido em Curitiba e região metropolitana, onde o faturamento mais que triplicou em um ano.

"A tendência é continuar crescendo porque nas demais cidades onde a Sercomtel atua tem sido mais fácil tomar clientes da concorrência", diz Schneider, lembrando que nessas localidades o foco da Sercomtel é o mercado corporativo.

O balanço da portabilidade numérica da telefonia fixa da Sercomtel está há 12 meses com saldo positivo. A portabilidade numérica é a possibilidade de o assinante mudar de operadora e manter o mesmo número de telefone.

Desde dezembro de 2012 a Sercomtel recebe mais assinantes de outras operadoras do que doa clientes para elas. O saldo a favor da Sercomtel até 31 de dezembro passado era de 2.540 linhas fixas.

Via Bonde

Nenhum comentário:

Postar um comentário