terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Embratel prepara lançamento do satélite Star One C4 para o ano que vem

O que você achou? 


A Star One, operadora de satélites da América Latina e subsidiária da Embratel, começou a contagem regressiva para o lançamento do satélite Star One C4, o quarto da série C. Com investimentos de US$ 321 milhões, o novo equipamento está em construção e deverá ficar pronto no quarto trimestre de 2014.

O novo satélite, que usará exclusivamente a banda Ku, vai assegurar a expansão dos serviços de DTH (Direct to Home) da Claro TV no Brasil e das demais operadoras do grupo América Móvil nas Américas do Sul e Central que entregam esse serviço.

Mesmo sendo um satélite primariamente dedicado à operação DTH do grupo, sua colocalização com o Star One C2 permitirá a oferta de alguma capacidade adicional de serviços de vídeo, dados e Internet para clientes externos, a partir da posição orbital de 70ºW.

"O novo satélite ampliará nossa capacidade satelital, especialmente em banda Ku. Com ele, iremos expandir a cobertura da Claro HDTV no Brasil e ampliar nossas operações nos países de língua hispânica. Além disso, iremos atender às necessidades de comunicação em locais com baixa infraestrutura terrestre”, diz Gustavo Silbert, presidente da Star One e diretor executivo da Embratel.

O grupo foi pioneiro na comunicação via satélite no País, quando em 1985 lançou o Brasilsat A1, dando início à primeira geração de satélites brasileiros para comunicações domésticas. “Estamos reafirmando nosso compromisso em assegurar o crescimento e a qualidade da frota da Star One, aumentando nossa capacidade satelital em diferentes regiões das Américas", diz Lincoln Oliveira, diretor geral da Star One.

A posição orbital de 70ºW é a mais importante para o mercado de broadcasters no Brasil. É considerada uma hot position por transmitir os sinais das maiores emissoras de televisão do País e ainda possuir um parque de 22 a 25 milhões de antenas parabólicas que apontam para este “slot”. É também por onde a Claro hdtv, empresa de TV por assinatura do grupo Embratel, alcança milhares de assinantes.

A Star One possui a maior frota da América Latina, com sete satélites. Opera com cinco satélites geoestacionários (Star One C1, C2, C3, C12 e Brasilsat B4), além de dois em órbita inclinada (Brasilsat B2 e B3). No final de 2014, a empresa lançará o Star One C4 e, no primeiro trimestre de 2016, lançará o Star One D1.

A capacidade destes satélites suporta toda uma gama de soluções para clientes dos segmentos de telefonia, TV, dados e redes corporativas no Brasil e ainda permite ampliar a oferta desses serviços para os países da América Latina.

Atualmente, a Star One já oferece capacidade de satélites para boa parte das 500 maiores empresas do País, as principais emissoras de TV, canais independentes e diversos órgãos do governo brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário