terça-feira, 15 de outubro de 2013

Técnicos são presos por causar prejuízo de R$ 10 milhões à Oi

O que você achou? 
Os técnicos Reginaldo Cavalcanti Ramos, 57 anos, Valmir Batista dos Santos, 44, e Marcelo Florentino de Oliveira, 36, apontados como responsáveis por um esquema fraudulento que causou prejuízos de aproximadamente R$ 10 milhões à operadora de telefonia Oi, foram presos pela polícia.

De acordo com a Polícia Civil, a investigação foi iniciada em 2012 e aponta que o grupo ofereceu link de internet com alta velocidade à baixo custo para mais de 100 empresas na Bahia, mediante pagamento de propina.

O delegado Charles Leão, coordenador do Grupo Especializado de Repressão aos Crimes por Meios Eletrônicos (GME/PC), conduz a apresentação dos presos na tarde desta segunda-feira (14), quando as detenções foram divulgadas. Os suspeitos, que têm 57, 44 e 36 anos, atuavam como técnicos.

Segundo a polícia, os três invadiam o sistema financeiro da empresa, via centrais telefônicas da Oi, e diminuíam os valores das faturas dos serviços oferecidos. Em um dos casos, diz a polícia, a conta foi reduzida de R$ 200 mil para R$ 100.


A polícia informou também que as empresas beneficiadas pelo esquema abriam pequenos provedores de internet e ofereciam o serviço para moradores das regiões próximas às suas sedes. A polícia informou também que todas as empresas envolvidas no esquema serão ouvidas e os responsáveis podem responder por lavagem de dinheiro, estelionato, formação de quadrilha, interceptação de dados e evasão fiscal.

Apenas um dos suspeitos já tinha passagem pela polícia por envolvimento em um crime semelhante, em 2007. Outro deles havia se aposentado pela empresa para qual trabalhava. Eles ficarão custodiados na carceragem da Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter). Junto com o grupo, a polícia apreendeu diversos equipamentos tecnológicos.

Não é a primeira vez que ouvimos falar de casos como esse. Já chegaram aqui no Minha Operadora diversos casos de clientes que não possuíam viabilidade técnica de banda larga em sua residência, mas passou a ter mediante a ação de técnicos da operadora. Há casos inclusive muito parecidos como este. Muitos chegam aproveitar a falta de cobertura do Oi Velox em determindas regiões para montar suas próprias redes de internet e lucrar com isso.

Fomos atrás da assessoria da Oi para obter maiores informações sobre o caso e um trecho da conversa deve ir ao ar ainda hoje no podcast Semana Tele, fique de olho!

Nenhum comentário:

Postar um comentário