quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Presidente da Oi promete ter a melhor TV por assinatura do Brasil em 2014

O que você achou? 


O presidente da Oi, Zeinal Bava, afirmou que a companhia pretende alcançar um market share de 25% no mercado brasileiro de telefonia móvel. Sem dar um prazo para que isso aconteça, o executivo disse que este é “um market share natural”, uma vez que o mercado nacional quatro grandes empresas de telefonia móvel. No último mês de agosto, a Oi detinha uma participação de 18,64% na telefonia móvel, fatia menor que a das concorrentes Vivo, TIM e Claro, de acordo com dados da Anatel.

“Em alguns estados já estamos lá, por isso é que eu gosto de falar estado a estado. Estou indo para o Ceará, Fortaleza, e a nossa cota de mercado lá é 30%”, esclareceu o executivo. “Estive agora no Rio Grande do Sul e seis em cada dez novos chips no mercado são da Oi. Então, a gente tem um trabalho grande lá que tem que ser feito e o faremos com rentabilidade”.

Para alavancar o crescimento e a rentabilidade da companhia, Bava aposta em ganhos de produtividade, a partir do uso de novas tecnologias e de um esforço maciço de treinamento da sua força de trabalho, principalmente na área operacional. No evento, o presidente da Oi repetiu a máxima de que, em termos de investimento, a companhia vai fazer “mais com menos”.

Na avaliação de Huber Bernal, diretor da Teleco, a estratégia da empresa de otimizar suas operações e investimentos significa que os recursos serão destinados principalmente às áreas e segmentos mais rentáveis. “A empresa não vai investir de forma generalizada, mas onde o retorno for maior”, acredita Bernal. Se for concretizada, a fusão entre Oi e Portugal Telecom vai gerar sinergias anuais de R$ 250 milhões, segundo estimou Bava, totalizando R$ 5,5 bilhões a longo prazo.

Ter mais presença no mercado de televisão a cabo também está nos planos da operadora, que, segundo Bava, pretende estruturar a oferta da Oi TV e utilizar sua capacidade de satélite para oferecer ao mercado brasileiro um serviço que “revolucionará o setor”, já no ano que vem, mas esquivou-se de dar mais detalhes.

“Se analisarmos hoje, a Oi é a empresa que possui mais capacidade satelital no Brasil. Agora, se você me pergunta, porque ainda não fizemos nada, precisamos capacitar engenheiros, trazer diferentes tipos de caixa para o mercado.Nós estamos a trabalhar em tudo isso e, no próximo ano, vamos surpreender os brasileiros com o que será a melhor oferta de TV à cabo do país”, afirmou.

Bava anunciou ainda que a rede Oi WiFi alcançará 500 mil pontos de acesso no país até o final deste ano. Zeinal destacou que hoje o serviço é oferecido através de 319 mil hotspots. “Pretendemos chegar a 500 mil. Isso representa 97% dos hotspots no Brasil”, afirmou.

Ainda segundo o executivo, o objetivo da fusão das duas companhias é criar uma operadora mundial com mais capacidade financeira para investir em tecnologia. “Queremos transformar a nossa companhia na melhor operadora do mundo e não só em uma das maiores”, afirmou. Para isso, a empresa vai investir em mais tecnologia para oferecer mais qualidade aos seus serviços. “A Oi vai ofertar melhores serviços e menores preços”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário