quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Chip com número fácil pode custar até R$ 1.500

O que você achou? 
No mercado oficial, um chip para habilitar um celular custa de R$ 10 a R$ 15 e pode vir com bônus para ligações. No paralelo, no entanto, o valor pode chegar a R$ 1.500. Este preço é praticado por vendedores que anunciam na internet números de “fácil memorização”. Um deles enviou à reportagem uma lista com cerca de 130 números disponíveis, com preços entre R$ 380 e R$ 900, conforme o grau de “facilidade” do número.

Os mais caros são os que têm mais números repetidos, como uma sequência de seis dígitos 3, por exemplo. Os quatro números iniciais iguais aos quatro últimos também são valorizados. Há também ofertas mais modestas, como a de um número para o DDD 31 terminado em “1819”, que custa R$ 39.


Os pagamentos são por depósito bancário ou transferência, e a entrega, via Correios. Nos muitos anúncios na internet, os vendedores apresentam os números como “ideais” para profissionais como médicos, advogados e comerciantes. Alguns dizem ter “contatos” dentro das operadoras para conseguir os números, mas os que foram procurados pela reportagem não quiseram dar entrevistas.

Em nota, a Vivo disse que a cada habilitação oferece gratuitamente ao consumidor três opções de números. A Oi informou, também em nota, que o mais seguro é adquirir o chip diretamente nos pontos de venda oficiais da operadora. A TIM é a única que permite a escolha do número desejado, mas cobra por isso. A operadora não revelou valores. A Claro não respondeu à tempo ao pedido de nossa equipe .

Fontes de mercado recomendam cautela ao passar dados como CPF para que os vendedores transfiram o chip para o nome do comprador, porque pode se tratar de um golpe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário