quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Programa de demissão voluntária da Telefónica supera 6.800 pessoas

O que você achou? 
O “expediente de regulação de emprego”, o ERE, como é conhecido na Espanha atraiu 6.830 trabalhadores da Telefónica (controladora da Vivo), mais 330 do que era previsto.

O Ministério do Trabalho deu autorização para que o programa de despedimento coletivo incluísse até 6.500 trabalhadores. Contudo, as condições oferecidas no programa por parte da Telefónica levou a que o número de trabalhadores que se voluntariou para participar neste programa fosse elevado para 6.830.

A Telefónica já revelou que o Ministério do Emprego autorizou que o número fosse elevado.

As condições do programa ofereciam, a menores de 53 anos, um indenização de 45 dias por cada ano de trabalho, com um máximo de três anos e meio. Aos trabalhadores com mais de 53 anos, e até aos 61 anos, foi proposto receberem 68% do salário. A partir dos 61 anos, 34% do salário, de forma a complementar a pensão para os que pediam reforma antecipada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário