quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Friburgo investirá R$ 2,5 milhões em modernização de telefonia

O que você achou? 


A prefeitura de Nova Friburgo, Região Serrana do Rio, está realizando modernizações na gestão pública. O sistema de telefonia, por exemplo, começa a ser trocado nesta semana, com a substituição do sistema por um mais moderno, utilizando chip de telefonia móvel capaz de selecionar as ligações entre telefone fixo ou celular. Além disso, será instalada fibra ótica em todo o município, permitindo a utilização de Intranet pelo governo municipal. O investimento será de R$ 2,5 milhões.

A empresa responsável pela instalação da fibra ótica em todo o município será a Vista Group Network. A UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro) ficará responsável por receber os recursos do Fundo de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj). A universidade será a controladora e terá a responsabilidade de vistoriar a Vista Group nesse trabalho de instalação.

A Vista Group fará a construção de 198 Km de fibra ótica nos oito distritos do município, rede que servirá de base para a Intranet. Depois que tudo estiver instalado, a UERJ irá doar para a prefeitura.

A Intranet é uma rede de computadores privada de uso exclusivo de um determinado local, como, por exemplo, a rede de uma empresa, que só pode ser acessada por seus usuários ou colaboradores internos, tanto internamente como externamente ao local físico da empresa.
Dentro de uma empresa, todos os departamentos possuem alguma informação que pode ser trocada com os demais setores, podendo cada seção ter uma forma direta de se comunicar com as demais, o que se assemelha muito com a conexão LAN, que, porém, não emprega restrições de acesso.

A Intranet é um dos principais veículos de comunicação em corporações. Por ela, o fluxo de dados (centralização de documentos, formulários, notícias da empresa, etc.) é constante, buscando reduzir os custos e ganhar velocidade na divulgação e distribuição de informações.
O trajeto da Intranet será de interesse da prefeitura que passará a estar conectada com escolas, postos de saúde, hospitais municipais, secretarias externas, Defesa Civil, Autran, Polícia Civil e Militar. Com isso, eliminará a telefonia interna entre essas repartições, que hoje consomem de 30 a 40% das ligações.

Além do novo sistema de telefonia e da fibra ótica, serão instaladas câmeras para monitoramento na cidade. A Defesa Civil participou das reuniões e apresentou os pontos críticos de risco já mapeados, para monitoramento de encostas durante 24h. A Autarquia Municipal de Trânsito (Autran) também contará com câmeras em áreas com problemas de trânsito. Ao todo, serão instaladas 90 câmeras.

A central de monitoramento será montada no prédio da Oi, anexo à prefeitura, com todos os envolvidos participando ativamente desse processo, como a Defesa Civil, a Autran e a polícia. De acordo com o assessor especial da secretaria municipal de Fazenda, Carlos Bouecke, “R$ 750 mil já estão disponíveis. A Vista Group já está com a especificação do material, que já foi aprovado pela Faperj. Inicialmente, serão instalados 28 km no Centro da cidade”, destacou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário