domingo, 28 de julho de 2013

Vivendi venderá participação na Activision Blizzard

O que você achou? 
A Activision Blizzard recomprará quase US$ 6 bilhões das ações que atualmente pertencem à francesa Vivendi, dona da GVT no Brasil, dando fim a meses de negociações sobre o destino da empresa norte-americana de jogos eletrônicos. A companhia francesa optou por continuar com a GVT no Brasil.

Separadamente a Vivendi anunciou que também venderá cerca de US$ 2,3 bilhões em ações da Activision para um grupo de investidores liderados por Bobby Kotick e Brian Kelly, executivo-chefe e vice-presidente da empresa de videogames.

A Vivendi venderá 429 milhões de ações para a Activision por US$ 13,60 cada e, embora o preço seja menor do que o de US$ 15,18 do fechamento de ontem, a Vivendi afirmou que o valor está acima da média histórica dos papéis. O grupo de investidores comprará 172 milhões de ações da empresa e passará a ser o maior acionista, com 24% de participação. 

Quando a operação for concluída, os representantes da Vivendi na Activision (incluindo o diretor financeiro e atual presidente, Chairman Philippe Capron) deverão deixar a companhia, segundo fontes.

A Activision divulgou separadamente seus resultados trimestrais e disse que teve lucro de US$ 0,28 por ação e US$ 1,05 bilhão em vendas. Excluindo itens extraordinários, o lucro por ação foi de US$ 0,08 e a receita ficou em US$ 608 milhões. Analistas previam lucro por ação de US$ 0,05 e receita de US$ 601,1 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário