quarta-feira, 24 de julho de 2013

Sinal da Vivo fica ruim após retirada de torre para obra no RJ

O que você achou? 
A derrubada de uma torre de telefonia durante a obra da orla da Praia do Forte, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, está causando problemas para os clientes da operadora Vivo na cidade. Desde que a antena foi retirada pela prefeitura, os sinais de telefonia e internet móvel passam por instabilidade. A operadora confirmou que a causa do problema é a falta da torre na orla da praia, e não deu um prazo para o serviço voltar ao normal.

"A Telefônica|Vivo informa que trabalha para ativar no menor prazo possível, em novo endereço, a antena que vai normalizar a prestação de serviços de voz e dados aos moradores da Praia do Forte, em Cabo Frio (RJ). A mudança tornou-se necessária devido a obras da prefeitura na orla onde a companhia mantinha o equipamento", diz a nota.

A empresa não informa, entretanto, se chegou a ser notificada pela prefeitura em tempo hábil para trocar a antena de lugar antes dela ser retirada da orla da praia.

A prefeitura de Cabo Frio, por sua vez, alega ter notificado a empresa desde janeiro. De acordo com o governo municipal, a torre instalada na Praia do Forte estaria com a licença vencida há quatro anos. De acordo com a nota, até mesmo outros terrenos teriam sido oferecidos pela prefeitura para que a antena pudesse ter sido removida antes do início das obras.

"A prefeitura de Cabo Frio informa que as obras de revitalização da nova orla da Praia do Forte estão reordenando o espaço público. Para tanto, todas as concessionárias de serviços públicos foram notificadas para que tomassem as providências necessárias dentro do cronograma de obras. No caso da antena da operadora de telefonia que foi retirada, a administração da prefeitura notificou a operadora desde janeiro de 2013 por estar com a concessão vencida há mais 4 quatro anos. A concessão do espaço era de 10 anos. Ou seja, a antena estava irregular no local. Mesmo assim, há sete meses nenhum contato foi feito por parte da operadora de telefonia. A prefeitura propôs outros locais para a instalação da antena mas jamais obteve qualquer resposta por parte da operadora", diz o texto enviado pela prefeitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário