quinta-feira, 4 de julho de 2013

Rede de rádio PTT, da Nextel, é desativada nos EUA e Canadá

O que você achou? 
A operadora de telefonia americana Sprint anunciou o desligamento de sua rede 2G iDEN, da Nextel, em todos os países em que ela estava ativa. Isto significa que os usuários de celulares ligados a rede, nos EUA e no Canadá, não vão poder mais receber ou fazer chamadas.

A iDEN (Integrated Digital Enhanced Network) é a tecnologia responsável por fazer funcionar o PTT (Push-To-Talk), famoso nos smartphones vendidos pela Nextel. Agora, com o desligamento, quaisquer chamadas via PTT do Brasil para telefones nos EUA e no Canadá, e vice-versa, deixarão de ser completadas.

A medida afeta todos os usuários brasileiros que estejam usufruindo o serviço para falar de graça em viagens internacionais, nestes países.

Ao contrário da tecnologia iDEN, o serviço de telefonia continuará funcionando normalmente, agora integrado a rede 3G da Sprint. Além disso, se o usuário conectado a rede norte-americana tiver aderido ao novo plano 3G da operadora, o rádio funcionará normalmente (útil para o caso, principalmente, de brasileiros que morem no exterior e se comuniquem com pessoas no Brasil).

A Nextel brasileira informou, ainda, que o serviço de Rádio Internacional continuará funcionando para quem viajar à Argentina, Chile, El Salvador, México e Peru.

A estimativa é que 1,3 milhão de aparelhos deixem de funcionar nesses países. Segundo a Sprint, a maior parte dos clientes já migrou para a rede CDMA ou outras operadoras, mas ainda existia um pequeno grupo fiel à tecnologia. A empresa anunciou o fechamento da rede em 2010 e tem oferecido vantagens aos clientes, como telefones com desconto ou mesmo grátis. Desde o início do ano, o uso da rede só era permitido para quem pagasse uma taxa de US$ 10 (cerca de R$ 22).

A operadora Sprint agora planeja desmontar a infraestrutura da rede, o que deve criar cerca de 45 mil toneladas de equipamento descartado para reciclar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário