domingo, 7 de julho de 2013

Anatel deixou de contabilizar 100 mil assinantes da NET em maio

O que você achou? 


A Net, operadora de serviços de televisão, internet e telefonia, diz que a Anatel deixou de contabilizar quase 100 mil assinantes de TV paga este ano. Dessa forma, segundo a Net, a base de clientes em maio teria sido de 5.677.175 assinantes, ao invés de um total de 5.573.333, conforme divulgado pela Anatel.

"O número da Anatel desconsidera os assinantes da Net em novas cidades, que tiveram lançamento de TV por assinatura a partir de dezembro de 2012", afirmou a empresa, em comunicado. No total, o balanço da Anatel deixou de contabilizar assinantes da Net em 44 cidades, como as da região metropolitana de Salvador (BA), São Luis (MA), Recife (PE), Belém (PA), Niterói (RJ) e Osasco (SP).

Por meio da assessoria de imprensa, a Anatel informou que a divergência entre os números do órgão regulador e os da Net são resultado da nova lei do Serviço de Acesso Condicionado (SeAC), que possibilitou às operadoras de TV a cabo ampliarem sua área de atuação a partir do final do ano passado. O sistema da Anatel, porém, ainda não contabiliza os números destas novas cidades e segue sem previsão de inclusão, afirmou a agência.

Segundo balanço divulgado nesta quinta-feira (04), pela Anatel, o mercado de TV paga encerrou maio com 16.934.416 assinantes, o que representou uma queda de 0,21% sobre a base de abril. Caso fossem contabilizados os números de novas praças da Net, o mercado já teria superado o total de 17 milhões de assinantes.

A retração do mercado em maio ante abril foi agravada pela retirada de 130,45 mil clientes da Sky, após sua controladora, a empresa norte-americana DirecTV, encerrar investigação que apurou irregularidades nas práticas de alguns funcionários na retenção de clientes, que estavam inflando a base da empresa desde o início do ano.

Os analistas do Itaú, Susana Salaru e Gregorio Tomassi, observaram, em relatório a clientes, que maio registrou o primeiro mês com desconexões líquidas, que somaram 35 mil, e representa uma significativa desaceleração em comparação às adições líquidas médias de 195 mil no acumulado do ano.

O Itaú pontua que as desconexões foram influenciadas pela revisão da base da Sky. "Ao contrário dos últimos meses, quando a Sky liderou o mercado em termos de conquista de share, a Net registrou o melhor desempenho em maio", escreveram. Assim, a Net ampliou em 50 pontos-base sua liderança em relação a abril.

Sobre a Telefônica|Vivo, os analistas do Itaú destacaram a reversão da tendência negativa dos últimos meses. "Considerando a recente abordagem comercial agressiva dos planos de DTH e FTTH de TV por assinatura da operadora em São Paulo, achamos provável que as adições líquidas irão melhorar gradativamente e se tornar positivas nos próximos meses."

Nenhum comentário:

Postar um comentário