quarta-feira, 5 de junho de 2013

Zeinal no Brasil vale R$ 700 milhões

O que você achou? 
A escolha de Zeinal Bava para presidente executivo da operadora Oi fez com que a empresa brasileira e a Portugal Telecom (PT) valorizassem R$ 700 milhões numa única sessão em bolsa. Os títulos da Oi subiram 20% e as ações da PT aumentaram 6%. Com esta nomeação, os acionistas das duas empresas conseguem três objetivos fundamentais: acabar com os rumores que davam como certa a saída de Bava do Grupo PT (alguns apontavam como destino a espanhola Telefónica|Vivo); travam a desvalorização da operadora brasileira, que estava sem presidente desde janeiro; e criam valor para as duas empresas, juntando uma carteira de 100 milhões de clientes.

Bava disse que "a PT celebrou uma parceria estratégica com a Oi, que definiu como objetivo o desenvolvimento de um projeto luso-brasileiro de telecomunicações de projeção global". O desenvolvimento desta parceria tem como objetivo fazer frente ao domínio anglo-saxônico no mercado global das telecomunicações.

O CM sabe que a nomeação de Bava (que teve o apoio dos acionistas brasileiros AG e LF) vai permitir a exportação de soluções tecnológicas nacionais para o Brasil, potenciando o cluster tecnológico que a PT construiu em Portugal. 

Naquilo que é visto como um passo para a fusão, Bava vai acumular as funções de presidente executivo da Oi com as de presidente executivo da PT Portugal (que controla os serviços fixo e móvel no nosso país), reforçando a estrutura da sociedade com a nomeação de Pacheco de Melo (seu braço-direito), que acumulará as funções de administrador financeiro do grupo com a vice presidência da PT Portugal. 

Segundo a imprensa brasileira, o grande desafio da Oi é conseguir o financiamento necessário para realizar os investimentos que lhe vão permitir investir na modernização das infraestruturas, sem agravar o peso da dívida.