terça-feira, 11 de junho de 2013

Brasil cresce e Coreia do Sul estagna em mobilidade

O que você achou? 
A Flurry, empresa de análise do mercado móvel, revelou que o número de smartphones e tablets ativos no Brasil mais do que duplicou entre 2012 e 2013. O país não foi o único a ter sua base móvel mais do que dobrada no período, a Rússia, Índia e China (BRICs) também tiveram um bom desempenho.

A Coreia do Sul, por sua vez, foi um dos únicos países que não cresceu de um ano para o outro, junto da Nigéria e República da África Central. O motivo, segundo a pesquisa, é a adoção precoce dos dispositivos móveis. A adesão muito cedo pode ter saturado o mercado.

Já os Estados Unidos estão entre os países com menor crescimento de dispositivos. A taxa de aumento é de 47%, contra 199% do Brasil. Isso se deve ao ao tamanho da base de dispositivos e do país, de acordo com o estudo.

A China, por exemplo, tem praticamente a mesma quantidade de aparelhos que os Estados Unidos, mas sua população é quatro vezes maior. O Brasil, no entanto, ainda possui uma base de dispositivos pequena para a quantidade de cidadãos.

Outros países que adotaram a mobilidade cedo estão crescendo em taxas menores de 100%, principalmente em países de língua inglesa, e locais da Europa Ocidental e Ásia.