quarta-feira, 15 de maio de 2013

Vivo anuncia seu mais novo serviço: o Zuum

O que você achou? 
A MFS, joint venture entre Vivo e Mastercard, anunciou o lançamento de um tipo de 'carteira' no celular: uma conta corrente pré-paga móvel. A opção está disponível para clientes Vivo, e o alvo são usuários que não têm conta em banco. O Instituto Data Popular estima que hajam 55 milhões de desbancarizados no Brasil.

Com a ferramenta, o usuário que tiver um aparelho celular com a tecnologia GSM poderá realizar depósitos em sua conta móvel (vinculada ao número do celular) e transferir valores para outros usuários Vivo que utilizam a ferramenta, bem como consultar saldos diretamente no celular, e também realizar recargas de crédito no aparelho pré-pago.

Isso é possível por meio da tecnologia USSD (Unstructured Supplementary Service Data), que permite acessar a conta diretamente do aparelho. Basta ligar para um número da central de relacionamento específica da ferramenta que o cliente entra na tela da sua conta.

Ainda não é possível realizar o pagamento de contas. Esse serviço será habilitado para despesas com água e luz até o final do ano e terá custo de R$ 3,90 (o valor será revertido em créditos para ligações). Posteriormente, será estendido para outros gastos utilitários, como TV a cabo e pagamento de conta telefônica.

Para fazer a recarga de créditos na conta, basta que o usuário vá a um dos quiosques de recarga de créditos no celular da Vivo. São 71 mil no País. 

O custo de cada transferência realizada, com limite de R$ 2,7 mil por mês, é de R$ 0,99 por operação. Para tornar a nova operação atrativa, a Vivo permite a conversão das taxas é em minutos na operadora. A cada transação, o cliente ganha um minuto para realizar chamadas.

O usuário também pode adquirir um cartão Mastercard por R$ 14,90, que é convertido em 30 minutos de ligações na operadora. Com ele, é possível efetuar saques da conta ao custo de R$ 6,90 cada (revertidos em minutos), e realizar compras em estabelecimento que aceitam a bandeira, sem ter, com isso, relação com um banco.

A cada utilização do cartão, o usuário ganha pontos no programa de fidelidade da bandeira, que pode posteriormente trocar por prêmios.

A cidade escolhida para o início da operação foi Osasco, na região metropolitana de São Paulo. Em 15 dias, a ferramenta estará disponível em Sorocaba, e, após o mesmo intervalo de tempo, em Jundiaí, ambos no interior de São Paulo. Posteriormente, é a vez de Guarulhos e Mogi das Cruzes, na região metropolitana do Estado, e, por fim, a capital mineira, Belo Horizonte. Todas as cidades serão cobertas nos próximos três meses.

"A escolha das cidades se guiou pela representatividade da Vivo nas cidades, a quantidade de postos habiitados para recargas e número de domicílios pertencentes à classe C, D e E, público alvo da nova ferramenta", justifica o presidente da MFS Marcos Etchegoyen.

A partir de 2014, o serviço deve chegar na capital paulista e em outras partes do Estado de São Paulo, bem como nas regiões norte, nordeste, centro-oeste e sul, respectivamente.

Para utilizar a ferramenta, basta se cadastrar em uma central de relacionamento da operadora específica para a operação. Após concordar com os termos do uso do serviço, o usuário confirma seu CPF e cria uma senha, que será pedida diante de qualquer operação na conta pré-paga.