sexta-feira, 24 de maio de 2013

Vivo acredita em serviços especializados para atrair novos usuários

O que você achou? 
A Telefônica|Vivo aposta na oferta de serviços diferenciados para atrair a atenção de clientes e reforçar a receita da companhia. A operadora anunciou novos serviços educacionais via celular agrupados em um único local, o Portal Vivo Educação. O serviço, que começou em 2009, conta agora com serviços educacionais voltados para saúde e para carreira.

Na apresentação dos novos serviços, o diretor-executivo de mercado individual nacional, Christian Gebara, afirmou que esse serviços contribuem para o crescimento das receitas com Serviço de Valor Adicionado (SVA), ressaltando que o uso dessa plataforma educacional oferecida pela operadora conta com 6 milhões de usuários ativos.

Gebara considera que esse número de usuários deva crescer, mas não quis revelar uma estimativa. "Nós teremos importante crescimento desse número", afirmou. De acordo com ele, isso deve acontecer por conta da base de assinantes da operadora no Brasil, que conta com mais de 90 milhões de usuários.

A receita total com dados e SVA da operadora representou no 1º trimestre deste ano 30% da receita líquida da companhia. Esses serviços, como o do Vivo Educação, apresentou crescimento de 16,4% no período em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, totalizando R$ 242,2 milhões.

Gebara afirmou que esses serviços devem continuar crescendo, com as apostas da operadora não só no segmento educacional, mas também na área de serviços financeiros e também com instrumentos de saúde móvel (eHealth). "Nós não temos números [de quanto podem crescer], mas podem aumentar de maneira rápida", afirmou.

Os novos serviços educacionais apresentados hoje pela companhia, que custam para o assinante R$ 2,99 por semana, contam com "Vivo Saudável", com dicas apresentadas pelo médico Drauzio Varella, e "Vivo Sucesso com Max Gehringer", com sugestões do consultor de empresas. Além disso, a companhia reforçou a ferramenta Kantoo, que tem a finalidade de ensinar o idioma inglês. A plataforma de educação móvel já contava com o serviço "Vivo Português com o Professor Pasquale".