quarta-feira, 8 de maio de 2013

Telecom Italia e Telefónica podem receber investimentos em redes

O que você achou? 


As operadoras europeias Telecom Italia (responsável pela TIM no Brasil) e a Telefónica  (responsável pela Vivo) participam de negociações sobre ativos de rede.

Para a Telecom Italia as negociações podem resultar na separação da rede de telefonia fixa, que é de interesse do CPD (Cassa Depositi e Prestiti), enquanto a Telefónica ampliou o relacionamento com a ONO, operadora de cabo que vende serviços de Telecom do grupo, e isso pode beneficiar a prestadora localmente.

A ONO é conhecida como uma operadora móvel virtual, por não ter rede própria, mas as empresas não comentaram o assunto. Analistas do Banco Sabadell afirmaram em uma nota aos clientes que as condições do contrato poderiam ter sido alteradas para serem mais favoráveis à prestadora, devido o aumento do tráfego de dados e investimento que a empresa precisa fazer em uma nova rede 4G na região.

Já o grupo italiano tem mantido conversações há meses sobre a possível participação do CPD na empresa de rede. Mas, o futuro da rede da Telecom Italia ainda está sendo discutido pelo Conselho de Administração da operadora ainda hoje.

Questionado sobre a proposta, Giovanni Gorno Tempini, presidente executivo do CPD, não entrou em detalhes, pois as negociações são confidenciais."Só podemos confirmar nosso interesse na rede. A Telecom Italia tem que começar a rolar a bola e decidir se quer fazer a cisão da rede", disse, durante um evento em Milão.