terça-feira, 23 de abril de 2013

Claro lidera mercado de M2M. Vivo cresce, mas TIM cai

O que você achou? 


A disputa pelo mercado de chips para comunicação máquina a máquina se acirra entre a Claro, que ocupa a primeira posição no ranking nacional, e a Vivo, que traçou uma estratégia agressiva nos últimos meses para o segmento. A TIM é a única operadora a ter queda de market share no segmento que já ultrapassou a venda de chips para banda larga e chegou a 7.193 milhões de chips vendidos em março. 

A Claro lidera o segmento de M2M com folga ao contabilizar 3.389 milhões de chips M2M ativos em março de 2013. No segundo trimestre de 2012, quando os dados começaram a ser somados pela Anatel, a operadora já tinha papel relevante no mercado M2M, com 2.676 milhões de chips ativos.

A TIM, à época, despontava na segunda posição, com 1.593 milhão de chips ativos, no segundo trimestre de 2012. Mas com o passar do tempo, a tele perdeu espaço e, em março, somava 1.194 milhão de chips ativos para M2M, sendo já superada pela Vivo, que chegou a 1.445 milhão. A Oi também encostou e chegou a 1.070 milhão de chips ativos.

A reação da Vivo no mercado de M2M (a empresa já sinalizou que é um mercado relevante para a venda de acessos móveis) é percebida na evolução dos chips ativos. No segundo trimestre de 2012, a operadora estava na 'lanterna' do mercado, com 860 mil chips ativos. Em março, chegou 1.445 milhão de chips ativos. Os chips para M2M já somam 7.193 milhões e superam os vendidos para a banda larga móvel, que somados ficam em 6.943 milhões.